10 coisas que você não deve fazer com seu pet

10 coisas que você não deve fazer com seu pet
1 semana atrás

Sim, o cachorro é o melhor amigo do homem. Contudo, algumas atitudes podem fazer com que o seu pet fique irritado, sabia? Você pode até estranhar, mas isso acontece! Por isso, vamos listar nos próximos parágrafos 10 atitudes que você deve evitar a fim de evitar que seu amigo fique irritado. Confira!

Cachorros não entendem uma “conversa com palavras”

O seu cachorro consegue “conversar” com você, mas não quando você faz uso de palavras. Eles amam ficar perto dos tutores quando eles “falam usando gestos” ou demonstrando as suas intenções.

Eles ainda têm a capacidade de entender quando com “voz infantil”, o dono fala que ele vai ganhar um petisco. Contudo, quando a pessoa começa a “desabafar”, o pet fica extremamente irritado e muitas vezes, deixa o tutor “falando sozinho”. Por isso, evite falar, falar, falar sem parar, ok?

Cachorros não gostam de serem “apertados”

Vou te abraçar, te apertar, até você me amar! Não, o seu melhor amigo não gosta disso, ok? Por isso, nada de demonstrar amor com abraço. Opte pelo cafuné, eles gostam muito mais!

Nada de jogar seu pet pra cima

Sabe quando o pai brinca com o filho jogando-o pra cima? Apesar das crianças adorarem, as mães não gostam! E isso acontece com o pet. Ele não fica nenhum pouco satisfeito com esse tipo de situação. Isso acontece, porque eles têm vertigem e, ainda, fica com medo de cair.

Não puxe seu cachorro pelo rabo, nem brincando!

Os pets não gostam de terem o seu rabo puxado. Ela pode receber carinho, mas com cuidado, pois é uma região sensível do corpo. Então, evite!

Cumpra o que promete

Quem é que gosta de viver com alguém que não cumpre o que promete? O mesmo acontece com os pets. Eles não gostam de serem enganados! Sabe aquela história de pegar a guia para achar que vai sair e não se concretiza? Pois bem, essa é uma situação. Então, se pegar a guia, saia!

Contatos visuais constrangem

Os pets não gostam de receber contatos visuais. Eles só o fazem quando estão querendo desafiar ou quando acham que estão sendo censurados. Por isso, se o tutor está olhando demais para ele, o pet vai entender que ele está fazendo algo errado e isso faz com que o pet fique constrangido. Assim, isso passa a ser uma censura!

Cães querem ser liderados

Os cães querem um líder e o tutor é esse líder! Mas, ele precisa desenvolver tal função, pois se o pet não enxerga no seu dono isso, a tendência é que o animal queira ocupar esse espaço, mas antes disso é comum que ele fique chateado.

O tutor precisa pontuar o que ele pode fazer e deixar tudo organizado, pois isso vai mostrar que o líder merece ocupar a posição.

Barulhos!

Cães ficam extremamente irritados quando estão em um ambiente barulhento. Por isso, é comum que eles tenham comportamentos estranhos diante de fogos de artifício, por exemplo.

Por isso, se ele tentar se esconder, não o reprime, isso é motivado pelo barulho e não por ele ter feito alguma coisa errada.

Tenha a mesma opinião

Cães não gostam de tutores que não tem firmeza em sua decisão, porque essas mudanças trazem dificuldade para eles no cumprimento das regras e na indicação de quem é o líder.

O pet deseja agradar o seu tutor, mas ele precisa ter clareza a respeito de quem comanda e que todos seguem as mesmas regras. Uma pessoa não pode “liberar o subir no sofá” e outra não, as regras precisam ser mantidas, ok?

Interações sociais não devem ser forçadas

Por fim, os cães precisam ter uma rotina. As variações constantes não são benéficas. Sim, os pets gostam de fazer amizade, mas não vão querer ficar interagindo com estranhos. Então, não force!

Com essas dicas esperamos que você entenda quais são as atitudes que impactam no bom relacionamento com o seu pet. Além de tudo isso, lembre-se de escolher bem as marcas de ração, o alimento é muito importante para o desenvolvimento deles. Por isso, conheça as nossas opções!